Saiba Como Configurar o Wordpress Htaccess e Amplie Sua Performance [Guia]

Saiba como utilizar o  WordPress htaccess  para aumentar sua segurança e melhorar sua performance.                                                                                                        

O WordPress é referência em gerenciamento de sites e blogs. Ao longo dos nossos conteúdos, temos mostrado como não somente ter uma boa página e um bom conteúdo, mas zelar pela performance, a otimização e a segurança dessas páginas para quem é desenvolvedor da web.

Ao falarmos do arquivo htaccess, damos continuidade nesse propósito. Caso você esteja começando a se aventurar nesse mundo ou começando a utilizar o WordPress agora, esse conteúdo será de grande valia. Aqui teremos um guia completo do que é, como utilizar e quais são os benefícios de se saber trabalhar bem com esse arquivo. Então se seu propósito é ter o melhor desempenho possível utilizando o WordPress, não deixe de ler até o final!

WP-Rocket

Conheça um pouco sobre as vantagens do CMS WordPress

Não é atoa que o WordPress é um dos maiores Sistemas de Criação de Conteúdo (CMS) do planeta, e os mais de 15 milhões de sites existentes na plataforma mostram seu sucesso. Seja pela praticidade em usá-lo, ou suas inúmeras ferramentas que contribuem para a criação e desenvolvimento de sites promissores, o WordPress oferece uma série de vantagens. Veja só:

  1. Código aberto:

Já começando pelo principal motivo do WordPress ser utilizado, é o fato de ser uma plataforma em código aberto. Isso significa que o código fonte do sistema é completamente livre para ser editado e compartilhado para melhorar a experiência do usuário.

  1. Gratuito:

Outro motivo do sucesso desse CMS, é o fato dele ser gratuito. Apesar das suas ferramentas adicionais serem muitas vezes pagas, o sistema em si não requer nenhum custo, o que deixa o gerenciamento de um website muito mais econômico.

  1. Flexível:

Utilizado em todo o mundo, o WordPress se mostra altamente versátil, podendo ser usado para criação de sites, blogs, portfólios, corporativismo, estudantes, instituições de ensino e até governamentais.

  1. Inteligível:

Sem precisar ser um expert em programação, usar o WordPress pode ser muito simples de se gerenciar. Seus plugins e ferramentas tornam a criação de conteúdo muito mais interativa e dinâmica, mas sem complicações.

  1. Otimizar o SEO:

Para quem precisa atingir um número maior de visitantes, saiba que é possível garantir que a sua plataforma favoreça o SEO da sua empresa com a ajuda de plugins do CMS. 

Entenda que é o WordPress htaccess

O arquivo .htaccess  é um arquivo de configuração básico do servidor de web Apache. O Apache  – bem como outros servidores similares – é o mais conhecido e mais utilizado servidor web livre do mercado, sendo assim responsável pela disponibilização de páginas e o gerenciamento dos seus recursos. Por padrão, o WordPress utiliza o Apache como servidor, portanto o .htaccess  está no pacote de instalação do WordPress. 

Esse arquivo em específico permite que você realize diversas tarefas para o seu site, reconfigurando especificidades do servidor e utilizando isso favoravelmente ao seu site. Alguns wordpress plug-ins também utilizam o WordPress htaccess  para o seu funcionamento. O uso deste e sua reconfiguração, porém, necessita de bastante atenção e a recomendação é que um backup seja feito anterior à exploração das suas possibilidades.

Saiba exatamente como o WordPress htaccess funciona

O WordPress htaccess, por padrão, é responsável pela estruturação e controle dos links permanentes da sua página. Se bem utilizado, o desenvolvedor através desse arquivo consegue potencializar seu site através de recursos como redirecionamentos de página automáticos, criar diferentes acessos para a segurança do seu site (por exemplo, restringir o acesso à determinadas áreas do seu produto, como o wp-admin), mudar o tamanho do upload dos arquivos e alterar configurações das suas URLs. Todos esses pontos serão esclarecidos a seguir, então confira!

Saiba por que você deve saber trabalhar com o htaccess

Como já mencionamos, saber trabalhar com o WordPress htaccess  pode trazer diversos benefícios para a performance do seu site. Além de melhor estruturar o seu site de acordo com a sua demanda e do seu produto – visto que ele funciona como um arquivo onde você consegue sobrescrever as informações relativas à segurança e redirecionamento, por exemplo -, entender o funcionamento do seu servidor é essencial para o reparo de erros.

Falando nisso, reforçamos a necessidade do backup anterior ao trabalho com o arquivo, pois assim você tem a possibilidade de retornar de um ponto de funcionamento caso aconteça algum erro nesse percurso.  Você pode realizar esse backup utilizando algum plugin próprio para essa finalidade ou algum outro que já seja utilizado para diversos fins de administração da sua página. Por exemplo, o cPanel. Através desses plug-ins que permitem tais backups, você conseguirá realizar o download do WordPress htaccess  (uma cópia deste), e posteriormente caso necessário, subí-lo novamente assim restaurando suas configurações.

Por fim, é bom destacar que uma boa performance acarreta em bons índices de SEO (Search Engine Optimization). Ou seja, através do entendimento de como funciona o WordPress htaccess , você consegue garantir maior engajamento, e principalmente um melhor ranqueamento nos portais de busca.

Descubra como achar o arquivo htaccess no WordPress

Para encontrar o htaccess  no seu WordPress, você deve se conectar ao servidor do seu site via FTP ou por algum software de FTP (como o cPanel File Manager ou o Filezilla). Fazendo esse caminho, você conseguirá localizar o arquivo e assim editá-lo. Esse trajeto é o mesmo utilizado para acessar outros diretórios e arquivos importantes que fundamentam sua página, como wp-config.php ou wp-admin.

A criação de mais de um arquivo htaccess  no wordpress é possível. Isso deverá ser utilizado caso você deseje que subdomínios do seu site tenha configurações diferentes. Desse modo, cada um deve ter o seu próprio arquivo e, consequentemente, suas próprias sobrescritas. Por padrão, ao seguir o caminho acima descrito – que por fim, ainda pode ser facilitado utilizando plug-ins como o htaccess  File Editor -, você encontrará apenas um arquivo do tipo.

Saiba como configurar htaccess WordPress

Conseguiu localizar o seu arquivo htaccess  padrão e quer usufruir das possibilidades que sua modificação (cautelosa!) pode oferecer? Abaixo reunimos algumas das principais tarefas que costumam mais levar os usuários desse servidor a buscar realizar download do htaccess  wordpress (o que não é necessário, como vimos) ou a entender melhor como funciona a reconfiguração do arquivo.

Uma dica importante: A medida que suas reconfigurações sejam realizadas, atualize seu site e o visite para perceber o impacto dessas mudanças, inclusive, se elas ainda permitem a navegação nele, uma vez que uma reconfiguração mal feita ou com algum erro pode ocasionar na quebra do seu site. E caso isso aconteça e careça de modificações, utilize a cópia do backup que há pouco instruímos o seu feitio.

Redirecionamento de página

Uma das funções que quem busca conhecimento no WordPress htaccess  mais procura dominar é o redirecionamento de página. Esse recurso pode ser utilizado para melhorar a navegação do usuário pelo seu site e não correr o risco de que ele caia em alguma página errada, inapropriada para sua busca ou até alguma página que não está mais no ar depois que alguma mudança no site já tenha sido feita. Afinal, são grandes as chances do usuário fechar a janela ao se deparar unicamente com uma mensagem de erro, não é? 

Basta voltar aos resultados do Google e alguma página (possivelmente abaixo da sua em ranqueamento) suprirá a necessidade da busca. Para evitar que a sua taxa de rejeição aumente, utilize os recursos do arquivo .htaccess . Esses são alguns casos e como fazer.

(desde já indicamos que troque o nosso domínio – que usamos como exemplo – pelo seu website).

Para direcionar todo o tráfego da Web relativo ao seu site, adicione o conteúdo abaixo no código já existente em seu .htacces.

RewriteEngine On

RewriteCond %{SERVER_PORT} 80

RewriteRule ^(.*)$ https://www.mercadodigitalonline.com/$1 [R,L]

Para redirecionar apenas um domínio específico, o procedimento é o mesmo do exemplo acima, mas o conteúdo é diferente. Adicione:

RewriteEngine On

RewriteCond %{HTTP_HOST} ^mercadoonlinedigital\.com\ [NC]

RewriteCond %{SERVER_PORT} 80

RewriteRule ^(.*)$ https://www.mercadodigitalonline.com.br/$1 [R,L]

Para redirecionar uma página que não existe mais, adicione o conteúdo abaixo:

Redirect 301 /insira_aqui_a_url_que_não_existe_mais/ http://www.mercadodigitalonline.com/aqui_inserir_a_nova_url

Novamente, lembramos que a utilização do www.mercadoonlinedigital.com foi ilustrativa e deve ser substituída pelo seu domínio, ok? Além disso, são diversos outros recursos ou situações similares que o conhecimento sobre o arquivo .htaccess  pode te ajudar. Aqui você poderá ver com maior clareza o que fazer dependendo da sua demanda.

Upload de arquivos – Limite de tamanho

Quando o WordPress começa a ser utilizado, visando um bom desempenho do seu site, a plataforma limita o tamanho do upload de arquivos a 2 MB. Esse valor nem sempre corresponderá a sua demanda, podendo precisar de ajustes e carecer de aumento.

A possibilidade de aumentar esse limite é outra das grandes buscas dos usuários do WordPress na compreensão do arquivo .htaccess , já que sobrescrevendo os códigos dele, isso será possível. Antes de tudo, tenha em mente que o tamanho que você adotará dependerá da mídia que você quer fazer o upload. Também indicamos que esse limite não seja tão alto, pois sempre temos que lembrar que carregamento de página é um dos marcadores que contribuem para o SEO e, portanto, para sua posição no ranqueamento.

Visto tudo isso, para determinar o tamanho limite ideal para realizar upload no seu site, utilize o código abaixo no seu WordPress htaccess:

php_value upload_max_filesize 128M

php_value post_max_size 128M

php_value max_execution_time 300

php_value max_input_time 300

Você pode conferir aqui maiores detalhes do passo-a-passo.

Yoast otimização de imagens

Htaccess WordPress: configuração para proteção do site

O WordPress htaccess  ainda pode ser um grande aliado na hora se proteger o seu site e os seus dados.  Abaixo, elencamos algumas das várias utilidades do .htaccess  no que se refere à segurança da sua página.

O seu site contém arquivos essenciais e que precisam ser protegidos com exatidão. É o caso do arquivo wp-config.php Para você que ainda é um aventureiro novato no WordPress, explicamos rapidamente: o wp-config.php é criado durante a instalação do WordPress e é responsável por ser o banco de dados do seu site. É nele que são armazenados, configurados e protegidos dados como nome do banco de dados, seus usuários, suas senhas, seus bancos e detalhes da sua hospedagem.  Para protegê-lo, utilize o código abaixo:

<files wp-config.php>

order allow,deny

deny from all

</files>

E se você quiser proteger o seu próprio .htaccess , há como! Aliás, é uma ação importante, pois, como estamos vendo ao longo desse texto, o WordPress htaccess  é bastante importante e muito influencia no desempenho do seu site. Basta usar o código abaixo no seu arquivo:

<files ~ “^.*\.([Hh][Tt][Aa])”>

order allow,deny

deny from all

satisfy all

</files>

Principais vantagens de um servidor Apache

Há pouco explicamos rapidamente o que é o servidor Apache. Ele se coloca como uma ótima opção para executar seu site e ter a segurança e estabilidade na navegabilidade que você e seu cliente precisa.

Altamente confiável

Para começar, como já mencionamos ele é o maior do mercado. Isso demonstra a confiança depositada pelos seus usuários, o que poderá te tranquilizar quanto a possíveis danos, erros, episódios de lentidão, que são raros, já que não estamos falando de qualquer servidor de web.

Totalmente gratuito

Além disso, como também já mencionado, o Apache tem algumas vantagens, a começar pela já citada anteriormente: ele é um servidor de web livre. Isso significa que sua utilização não acarreta em custos. Sim, grátis!

Fácil de configurar

Sua interface é de fácil uso, então ele se coloca ideal para aqueles que são iniciantes. Pela sua riqueza de recursos e pela sua estabilidade, ao mesmo tempo, se coloca como uma boa opção para aqueles com já larga experiência na programação.

Estrutura do Apache é baseada em módulos

A estrutura do Apache é de fácil personalização. Isso se deve ao fato que esta é dividida em módulos. Ou seja, o Apache é um servidor que permite o aprimoramento da sua experiência através da instalação de auxiliares das mais diversas funcionalidades. De segurança ao cache. Ele também é uma plataforma que, como vimos ao longo desse texto, utiliza o arquivo .htaccess  na sua composição, o que permite que as configurações sejam sobrescritas e seu site adequado a sua demanda.

Compatível com servidores Windows e Unix.

Independente de qual plataforma você escolha utilizar, Windows ou Unix, o Apache é compatível. Desse modo, você consegue usufruir dos recursos disponibilizados pelo servidor independente de onde acesse.

Principais desvantagens de um servidor Apache

Claro, nem tudo são flores. Apesar das muitas vantagens de se utilizar Apache, é nosso dever também alertar para possíveis infortúnios que os usuários da plataforma estão sujeitos.

Brechas na parte da segurança

Como mencionamos, as opções de configuração do Apache são múltiplas. Especialmente em casos de uma equipe maior cuidando de um mesmo portal, o Apache pode acarretar em maior vulnerabilidade da sua página na questão de segurança.

Problemas de desempenho em sites com um altíssimo tráfego

Comparado com outras opções do mercado, o Apache tem um desempenho inferior no que se refere ao tráfego alto. Ele não suporta tão bem tráfegos com muitas conexões de alta velocidade. Sendo assim, recomenda-se a com mais força a utilização dessa plataforma em casos de site de, no máximo, médio porte.

Exemplo do arquivo .htaccess

Um bom exemplo para entender melhor o que é um arquivo .htaccess, é acessando o diretório /www/public/ ou /public_html/ presente no próprio WordPress ou outros provedores de serviços de hospedagem em sites diversos.

Na prática, será entrando nessa pasta e encontrando o arquivo .htaccess que serão adicionados ou removidos códigos de programação para uma configuração pré-definida. Exemplo disso é proteger um diretório com senha (medida de segurança), usando um gerador de password e colando o comando em seu arquivo .htaccess. Assim, toda vez que o visitante entrar em um diretório do site, ela só terá acesso ao informar login e senha.

Htaccess: Alterações avançadas nas configurações do servidor

Você já deve ter percebido que conseguir manipular as informações por meio do Htaccess é muito útil. Então, agora vamos apresentar a você algumas alterações avançadas que você pode fazer nas configurações do servidor Apache, por meio do Htaccess. Confira!

Essas alterações de configuração que apresentaremos a seguir são muito úteis, e é por meio delas que você conseguirá executar muitas ações importantes no seu site. Informações úteis assim, você sempre encontra aqui, no Mercado Online Digital! 

Ah, mas não são só as ótimas informações que te farão amar nosso site. Aqui nós temos os melhores templates e plugins que alavancarão seu site e farão ele ser muito mais procurado e acessado! Nós temos os melhores preços do mercado e, logo, o melhor custo-benefício. E não se preocupe, você terá acesso ao nosso suporte 24 horas por dia, nos 7 dias da semana, sem precisar esperar muito. Além disso, não é preciso ter medo, pois todos os nossos produtos são originais e licenciados! Nós garantimos que o que você precisa para melhorar seus desenvolvimentos de sites você encontra aqui!

Agora, continue lendo e aprenda como fazer alterações avançadas nas configurações do servidor por meio do Htaccess!

Configurar redirecionamentos 

onde o arquivo htaccess está localizado wordpress

Por meio do Htaccess, você pode configurar os redirecionamentos 302 para um domínio temporário, ou então, utilizar o redirecionamento 301 para que tudo seja transformado de HTTP para HTTPS, caso você tenha instalado um certificado SSL há pouco tempo. 

Essa função é útil para quando o usuário tenta acessar uma página que não é mais presente no site. Nesse caso, o arquivo redireciona o usuário para a nova página. Com o Htaccess, você  consegue fazer a configuração desse redirecionamento.

Reescrever a URL

URLs complexas são difíceis de decorar e, portanto, os usuários podem não lembrar da URL quando forem tentar acessar o site. Além disso, os mecanismos de busca possuem maior dificuldade de encontrar os domínios quando possuem URL complexa.

Com o Htaccess você consegue reescrever a URL e fazer com que ela seja mais fácil e, portanto, que ela tenha um resultado melhor no SEO. Dessa forma, os resultados do site serão melhores e as chances de ele alcançar melhores posições no Google serão maiores.

Habilitar proteção contra Hotlinks

Hot Linking é, basicamente e em linhas gerais, quando um site de terceiros utiliza o seu site e sua URL para roubar seu conteúdo e colocar em outro site. Nesse processo, pode ser que roubem também a largura de banda do seu site e, com isso, quando ocorrer acessos no site ladrão, será a sua largura de banda que será consumida. 

Com o Htaccess, você pode realizar configurações que te protegem contra Hotlinks, deixando seu site mais seguro e com menos chances de sofrer ataques.

Modificar restrição ao acesso

Com o manejo correto do Htaccess, você consegue fazer com que usuários e empresas específicas, independente do motivo pelo qual você deseja estabelecer essa restrição, não consigam acessar seu site.

A restrição não é feita a nomes, mas a endereços IP. Você poderá restringir alguns conteúdos do site ou o site como um todo.

Páginas de erro customizadas

Imagine que seu usuário esteja tentando navegar pelo seu site e um erro 404 aconteça. Você não precisa mostrar a ele aquela página padrão de erros que aparecem em todos os outros sites. Com as configurações avançadas do Htaccess, você consegue customizar essa página de erro e sugerir a ele, por exemplo, que entre na sua página no Instagram ou em outra plataforma, enquanto o erro é resolvido!

Diretórios com senha

Se você criar uma senha com um arquivo .htpasswd, você conseguirá estabelecer que alguns diretórios (todos que você desejar) exijam um usuário válido e a senha para serem acessados.

Não é necessário em todos os sites. Mas é útil para alguns modelos que precisam de maior privacidade.

Dicas de como atualizar arquivo htaccess wordpress

Muitas vezes, é necessário realizar a atualização do arquivo  htaccess no WordPress para que algumas ações que você deseja realizar sejam processadas.

Para fazer essa atualização,primeiro você precisará ir até a aba de arquivos, no próprio site do WordPress. Então, aparecerão algumas opções, entre elas o “Gerenciador de arquivos”. Você selecionará essa opção e novas opções aparecerão. Então, você escolherá a opção “mostrar arquivos ocultos”. Dentro dessa opção, você terá que procurar a raiz do seu site (frequentemente, não é difícil encontrar a raiz do site). Então você encontrará o arquivo .htaccess. Você selecionará esse arquivo e, a partir de agora, já pode editar e atualizar seu arquivo htaccess no wordpress!

Dicas de como alterar o wordpress para links permanentes htaccess

Os links permanentes são muito úteis e através do manejo dos arquivos htaccess você poderá alterar esses links no WordPress.Para saber como fazer, siga os passos!

Primeiramente, você deverá acessar o painel administrativo do seu site WordPress.  Então, você deverá acessar o painel de configurações para  acessar a opção de links permanentes. Nessa aba, haverão 6 opções pré prontas de links permanentes. Mas fique atento, o primeiro link é sempre o menos indicado.

Depois de escolher o link permanente que você deseja, basta clicar em “salvar alterações” e pronto! Agora você já sabe como alterar o wordpress para links permanentes com o htaccess!

Dicas de como aumentar memória do php no htaccess no wordpress

A memória do WordPress é muito importante para que o site funcione corretamente, e nesse ponto, incluímos tudo: os links, os designs, os plugins, etc. Ou seja, a memória WordPress é importante para que seu site, simplesmente, exista para os usuários!

Essa memória pode ser aumentada por meio de configurações htaccess. Para fazer o aumento da memória PHP sem precisar alterar a memória global do servidor, você precisará estar com seu projeto aberto e, após acessar o htaccess do projeto, inserir a seguinte frase: php_value memory_limit 128M. 

Após fazer isso, você já terá alterado a memória PHP do site e estará apto a realizar comandos e atividades que exigem um número maior de memória PHP do que você tinha disponível antes!

Dicas para adicionar suas próprias regras ao.htaccess

como alterar o wordpress para links permanentes htaccess

Uma medida muito importante de segurança, é ter feito um backup do seu WordPress (ou outra plataforma), antes de editar o .htaccess, afinal, qualquer linha removida ou adicionada incorretamente pode prejudicar seu site. Com o backup, é só retornar à versão anterior.

Agora veja algumas regras aplicáveis ao .htaccess:

Proteger a área administrativa do WordPress:

  • Crie um arquivo .htaccess
  • Salve-o no diretório do WordPress /wp-admin/
  • Cole o comando abaixo no arquivo salvo no diretório:

<Limit GET POST PUT>

order deny,allow

deny from all

allow from INFORME AQUI SEU IP COM PONTOS

</Limit>

O IP deve ser atualizado com frequência caso seja um IP dinâmico.

Protegendo arquivos .htaccess:

Outra forma de garantir a proteção do seu WordPress é também definir comandos que protejam arquivos .htaccess:

  • Crie um arquivo .htaccess
  • Salve-o no diretório do WordPress /wp-admin/
  • Cole o comando abaixo no arquivo salvo no diretório:

<files ~ “^.*\.([Hh][Tt][Aa])”>

order allow,deny

deny from all

satisfy all

</files>

Bloqueando visitantes indesejados:

Vezes ou outra o link do seu site é disponibilizado (por motivos diversos) em sites maliciosos. É possível bloquear visitantes originários deste site malicioso com o comando abaixo:

  • Crie um arquivo .htaccess
  • Salve-o no diretório do WordPress /wp-admin/
  • Cole o comando abaixo no arquivo salvo no diretório:

<IfModule mod_rewrite.c>

RewriteEngine on

RewriteCond %{HTTP_REFERER} sitemalicioso.com [NC,OR]

RewriteCond %{HTTP_REFERER} sitemalicioso.com [NC,OR]

RewriteRule .* – [F]

</ifModule>

eCommerce---Banner

Dúvidas frequentes sobre wordpress htaccess

Como o arquivo .htaccess não está gravável

Veja a seguir como configurar o WordPress Htaccess e resolver problemas no seu diretório do arquivo do site:

Como aproveitar o cache do navegador no WordPress?

Uma outra interessante forma de manter seu WordPress otimizado, é buscar torná-lo mais leve. Uma forma de fazer isso é aproveitando o cache do navegador. Desse modo o usuário baixa alguns aspectos do seu site e no próximo acesso à página, o carregamento será extremamente veloz. Contribuindo para melhorar a UX.

Cole o comando abaixo no seu arquivo .htaccess:

<IfModule mod_expires.c>

ExpiresActive On

ExpiresByType image/jpg “access 1 year”

ExpiresByType image/jpeg “access 1 year”

ExpiresByType image/gif “access 1 year”

ExpiresByType image/png “access 1 year”

ExpiresByType text/css “access 1 month”

ExpiresByType application/pdf “access 1 month”

ExpiresByType text/x-javascript “access 1 month”

ExpiresByType application/x-shockwave-flash “access 1 month”

ExpiresByType image/x-icon “access 1 year”

ExpiresDefault “access 2 days”

</IfModule>

Onde fica o arquivo htaccess no Linux?

O arquivo .htaccess pode ser localizado no seu servidor de hospedagem, independente do seu sistema operacional. 

  1. Para localizá-lo encontre o painel de controle da sua conta de hospedagem;
  2. Acesse Arquivos/Files;
  3. Clique no Gerenciador de Arquivos;
  4. O arquivo .htaccess pode ser encontrado em public_html.
betheme compre agora

Como criar um arquivo .htaccess?

Para quem está começando a criar o arquivo .htaccess agora pode ficar a dúvida sobre o processo em diferentes empresas de hospedagem. Basicamente o processo segue o mesmo padrão, mas para que não haja dúvidas vamos lhe o processo nas principais principais empresas de hospedagem. Confira!

htaccess wordpress hostgator

Como localizar o htaccess?
  • Crie um arquivo de texto (pode ser no bloco de notas mesmo), e salve-o como htaccess.txt;
  • Cole o comando que desejar;
  • Cole na raiz do servidor da Hostgator;
  • Renomeie o arquivo como .htaccess;

htaccess wordpress locaweb

  • Crie um arquivo no bloco de notas ou Notepad++;
  • Cole o comando desejado;
  • Habilite o mod_rewrite do servidor;
  • Cole na raiz do seu servidor Locaweb.

htaccess wordpress hostinger

  • Acesse o Painel de Controle da Hostinger;
  • Clique em Arquivos e em Gerenciador de arquivos;
  • Entre na pasta public_html;
  • Crie um arquivo e salve como .htaccess;
  • Abra o arquivo no bloco de notas;
  • Cole o comando abaixo e salve:

# BEGIN WordPress

RewriteRule ^index\.php$ – [L]

RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f

RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d

RewriteRule . /index.php [L]

# END WordPress

htaccess wordpress KingHost. 

  • Crie um arquivo de texto no bloco de notas ou Notepad++ e salve-o como htaccess.txt;
  • Cole o comando que desejar;
  • Cole na raiz do servidor da Hostinger;
  • Renomeie o arquivo como .htaccess.

Lembrando que para qualquer alteração no seu WordPress (htaccess ou não), é muito importante fazer o backup antes. Assim, caso o comando inserido seja nocivo ao seu site, basta retornar à versão anterior.

Como acessar o htaccess do WordPress?

No WordPress htaccess, é acessado por meio de um servidor Apache. Tal servidor permite acessar esse arquivo (e editá-lo) através do cPanel do servidor ou ao conectar-se ao servidor do site via FTP.


Após conectar-se ao servidor, será possível navegar pelos arquivos do WordPress. O arquivo .htaccess é encontrado na pasta raiz do site. Essa pasta é a mesma que abriga o arquivo wp-config.php e as pastas wp-admin e wp-content.

Como alterar htaccess WordPress?

Para alterar um arquivo WordPress htaccess, basta acessá-lo na pasta raiz (ou onde estiver seu subdiretório) e adicionar linhas de códigos do seu interesse, acima ou abaixo das regras do htaccess atuais.

Se tiver conhecimento prévio sobre programação, é uma atividade simples. Mas saiba que é possível gerar códigos genéricos e muito úteis no próprio site do htaccess, gratuitamente.

Lembre-se: Não deixe de realizar o backup do WordPress htaccess, antes de realizar alterações no arquivo.

Como usar htaccess php?

O htaccess é criado através do Notepad++ (próprio para criação de linhas de códigos), ou até mesmo através do bloco de notas. Não é preciso digitar nada no documento. Basta salvá-lo como .htaccess.

A partir disso, ele deve ser salvo na pasta raiz do site no WordPress (e suas regras valerão para todo o site), ou então deverá ser salvo num subdiretório (e as regras estarão limitadas a esta subdivisão).

Salvo o arquivo na pasta de interesse, você deverá preenchê-lo com as regras necessárias. Veja o exemplo:

  • Bloqueio de hotlinks em imagens:

RewriteEngine on

RewriteCond %{HTTP_REFERER} !^$

RewriteCond %{HTTP_REFERER} !^http(s)?://(www\.)?meusite.com [NC]

RewriteRule \.(jpg|jpeg|png|gif)$ – [NC,F,L]

  • Banir IPs:

allow from all

deny from 200.143.89.154

deny from 67.122.145.60

deny from 74.14.13.246

deny from 67.224.175.26]

Lembre-se de manter o backup do WordPress htaccess em dia para voltar a versão anterior quando necessário.

Como mudar a pasta raiz do site usando um arquivo htaccess?

Como usar htaccess php

É comum criar sites de testes fora da pasta raiz (em uma sub-pasta) no cPanel. Isso acaba impedindo que os usuários acessem o site diretamente. Porém, é possível transformar essa subpasta em uma nova pasta raiz. 

Para mudar a pasta raiz usando o arquivo WordPress htaccess, você deverá:

  • Ir à pasta raiz do site;
  • Abrir o arquivo htaccess;
  • Adicionar as seguintes linhas de código:

RewriteEngine on

RewriteCond %{HTTP_HOST} ^seu-dominio.com$ [NC,OR]

RewriteCond %{HTTP_HOST} ^www.seu-dominio.com$

RewriteCond %{REQUEST_URI} !sub-pasta/

RewriteRule (.*) /pasta/$1 [L]

Onde estiver grifado em vermelho, substitua com suas informações. 

Pronto. Pesquise pelo domínio em um navegador e veja se será encaminhado diretamente para o site criado.

Qual a extensão do arquivo htaccess?

É aconselhado o uso do Notepad++ como extensão do WordPress htaccess. Porém há outras ferramentas que podem lidar com esse arquivo e que estão disponíveis para diferentes sistemas operacionais. 

Veja a seguir quais sistema operacionais possuem extensão para WordPress htaccess:

  • Windows;
    • Notepad++ text editor;
    • Adobe Dreamweaver;
    • Apache http server;
    • Windows Notepad (bloco de notas).
  • Mac OS:
    • Apache http server;
    • Textmate;
    • Zend Studio.
  • Linux:
    • Apache http server;
    • Text Editor;
    • Vi.

Como ativar o .htaccess no Apache?

Para ativá-lo, você deverá acessar o arquivo de configurações do Apache. Pode variar de acordo com seu servidor. Mas você pode localizá-lo digitando o código abaixo:

sudo nano /etc/apache2/sites-available/default

Em seguida busque pela seção  <Diretório /var/www> e altere a permissão AllowOverride None para AllowOverride All

Salve o arquivo e saia das configurações. Em seguida, será preciso reiniciar o Apache. Veja como realizar esse procedimento no próximo tópico deste mesmo artigo.

Como reiniciar o Apache?

A reinicialização do Apache deve ser realizada sempre que o diretório de configurações for alterado. É um processo bastante simples 

Há quatro comandos que podemos utilizar para atualizar as alterações do Apache. Informando os comandos start, stop, restart e reload à sua linha de código principal (via cPanel).

No Ubuntu, por exemplo, a linha de código + comando, ficará da seguinte maneira:

sudo systemctl apache2 start — para iniciar o Apache;

sudo systemctl apache2 stop — para parar o Apache;

sudo systemctl apache2 restart — para reiniciar o Apache (que irá parar);

sudo systemctl apache2 reload — para atualizar o Apache (sem pará-lo).

Atualize o site e veja o resultado.

Porque o arquivo .htaccess não está gravável?

Como verificar htaccess

Na maior parte das vezes, um arquivo htaccess não é gravável quando se tem vários utilizadores no mesmo domínio e as permissions forem limitadas. Dessa maneira, não importa o quão preciso foi sua inserção de códigos. Ela não funcionará.

Contudo, se o utilizador possui as permissões necessárias (e está utilizando root) e o htaccess não executa as configurações, é preciso verificar o mod_rewrite e buscar um diagnóstico.

O mod_rewrite direciona onde as configurações foram realizadas. Dessa maneira, a diretiva directory sempre deve estar direcionada para a pasta de códigos (pasta de projetos), caso contrário, as alterações não funcionarão.

Verificado essa intercorrência e o problema persistir, entre em contato com o seu servidor Apache.

Envato

Conclusão

O WordPress é uma excelente plataforma para construir o seu site ou blog. Ao longo dos nossos conteúdos, buscamos sempre atestar isso e mostrar ao usuário, seja ele iniciante ou experiente, que vale a pena adotar o WordPress e os recursos que ele oferece. No texto de hoje, buscamos ampliar as possibilidades da utilização dessa plataforma ao te apresentar alguns dos principais recursos que o conhecimento e prática na utilização do arquivo WordPress .htaccess  disponibiliza aos usuários do servidor.

É importante saber mexer com propriedade nesse arquivo, pois assim serão significativos o ganho em desempenho e segurança. Acompanhe mais conteúdos do Mercado Online Digital. Aqui você poderá se informar e aprimorar ainda mais sua experiência no WordPress por meio dos nossos conteúdos ou dos nossos produtos.  O WordPress, que utiliza o servidor Apache, é uma opção que não só apresenta grande eficácia na resolução das demandas, como apresenta sempre diversos caminhos de aprimoramento. Por isso, não deixe de conferir nossas novidades e estar sempre atualizado!

                                                                    

Sobre o autor

Comentários 0

Felipe Proença
Felipe Proença
Responder

Conteúdo genial, muito bem elaborado, estou muito satisfeito com essa newsletter da MOD, sempre conteúdos irados, muito grato pessoal, ótimo trabakho

09/12/2020
Mercado Online Digital
Mercado Online Digital
Responder

Obrigado, vamos continuar produzindo conteúdos assim para vocês!

05/01/2021
brunlopes
brunlopes
Responder

Para mim estou saindo do Joomla e migrando para WP muito bom seu material esta me ajudando bastante seu conteúdo!!

04/01/2021
Marcio Roberto
Marcio Roberto
Responder

Gostei da sua publicação e conseguir tirar algumas dúvidas
que eu tinha e não sabia ao certo onde procurar para
poder esclarecer. Também possuo um site gratuito de
utilidade pública e gostaria que você conhecesse. E quem
sabe até trocarmos experiências sobre SEO ou marketing
digital em nosso segmento. Agradeço à atenção e que
Deus nos abençoe.

18/03/2021
Mercado Online Digital
Mercado Online Digital
Responder

Fala Márcio, ficamos felizes em saber, manda o site lá no suporte para gente ir trocando uma ideia.

18/03/2021
paulo999834299
paulo999834299
Responder

Eu tô precisando muito aprender verder como afilia

18/03/2021
Valdomiro Santos
Valdomiro Santos
Responder

Li o seu artigo, adorei, mas gostaria de fazer uma pergunta, como fazer para que o site aparece nas pesquisas do google, bing, existe algun plugin específico para isso, ou como inserir informações, direto no html do site, grato

21/09/2022
Guilherme Garcia
Guilherme Garcia
Responder

Fala ae Valdomiro, blz ? nessa parte você vai ter que fazer algums configurações a nível de seacrh console, vou deixar aqui uma live top que fizemos ensinando tudo sobre isso que você está precisando: https://youtu.be/O-Z4xY7PmKU

Vlw meu amigo
Abraços, MOD-ZarK

22/09/2022

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *